China criminaliza operações cripto

Avatar



O Banco Popular da China (PBoC) declarou que as operações relacionadas a Bitcoin (BTC) e demais criptomoedas são agora consideradas ilegais no país.

De acordo com um comunicado oficial publicado nesta sexta-feira (24), o PBoC destaca que as criptomoedas não têm o mesmo status legal que as moedas legais:

“As moedas virtuais como Bitcoin, Ether e Tether têm as principais características de serem emitidas por autoridades não monetárias, utilizando tecnologia de criptografia e contas distribuídas ou tecnologias semelhantes, e existem em formato digital. Elas não são legais e não devem e não podem ser usados ​​como moeda ”.

Ilegalidade das transações de criptomoedas

A declaração do Banco Popular da China indica que tem havido um aumento nas atividades para promover o trading de criptomoedas, que seriam:

“Alterar a ordem econômica e financeira, gerando actividades ilegais e criminosas como jogos de azar, arrecadação ilegal de fundos, fraudes, pirâmides e lavagem de dinheiro, com graves riscos para a segurança dos bens das pessoas”.

Nesse sentido, o PBoC afirma que as atividades comerciais relacionadas a criptomoedas “são atividades financeiras ilegais”, o que inclui as operações de comércio com esses ativos:

“[A] Realização de negócios de câmbio legal e virtual, negócios de câmbio entre moedas virtuais, compra e venda de moedas virtuais como contraparte central, fornecimento de informações e serviços de intermediação de preços para transações de moeda virtual, financiamento de emissão de tokens, transações de derivativos de moeda virtual e outros relacionados à moeda virtual ”.

Da mesma forma, a instituição aponta as atividades realizadas pelas exchanges de criptomoedas:

“Fornecer serviços por meio de criptomoedas no exterior para residentes chineses via Internet também é uma atividade financeira ilegal.”

Ao mesmo tempo, o governo alerta que, se a realização dessas atividades constituir crime, a responsabilidade criminal será apurada de acordo com a lei:

“[Serão tomadas] medidas eficazes para prevenir e desativar riscos, proteger a segurança da propriedade das pessoas de acordo com a lei e não poupar esforços para manter a ordem econômica e financeira e a estabilidade social”.

Sistema de monitoramento e prevenção

Por outro lado, o Banco Popular da China busca estabelecer e melhorar um mecanismo de trabalho para enfrentar os riscos do forte crescimento comercial que as criptomoedas estão tendo. Segundo o PboC:

“O Banco Popular da China, a Administração Central do Ciberespaço da China e outros departamentos continuam a melhorar os meios técnicos de monitoramento de ativos cripto para rastrear a cadeia completa e backup de informações em tempo integral da” mineração “, Transação e troca de criptomoedas” .

O Banco ainda acrescenta que deve:

“Reprimir severamente as atividades financeiras ilegais relacionadas a moedas virtuais. […] O departamento de supervisão financeira local, juntamente com os ramos do departamento de administração financeira do Conselho de Estado e outros departamentos relevantes, irá imediatamente investigar e determinar, de acordo com a lei, […] e investigar seriamente as responsabilidades legais das pessoas jurídicas, organizações sem personalidade jurídica e pessoas físicas pelos crimes, em caso afirmativo, será transferido para o órgão judicial para investigação e punição nos termos da lei ”.

Bitcoin em queda

A notícia parece ter tido um grande impacto no mercado cripto. Desde o início do dia, o Bitcoin foi negociado a US$ 45.000. No entanto, logo depois que a declaração do PBoC foi divulgada, seu preço despencou.

No fechamento da matéria, o Bitcoin está sendo negociado a US$ 41.518,54, representando uma queda de quase 5% nas últimas 24 horas, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Fonte: CoinMarketCap

Esta é a mais recente ação do governo chinês contra o mercado de criptomoedas neste ano. 2021 foi caracterizado principalmente pela proibição das atividades de mineração desses ativos no país.

O artigo China criminaliza operações cripto foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian