Chainlink, Stellar e Binance Coin podem dar grandes lucros no curto prazo

Chainlink, Stellar e Binance Coin podem dar grandes lucros no curto prazo

Grande parte do atual ciclo de alta no mercado de criptomoedas foi impulsionado pela demanda institucional. No entanto, pela primeira vez em quatro meses, esta demanda pode estar recuando.

Isso porque, de acordo com analistas, o Índice Coinbase Premium que é a diferença no preço do Bitcoin (BTC) no Coinbase Pro e na Binance tornou-se negativo. E isso sugere que os investidores profissionais podem estar realizando lucros.

Bitcoin no mercado institucional

Com relação ao preço do Bitcoin, a venda institucional precisa ser monitorada de perto porque cerca de 3% do Bitcoin em circulação é detido por esses investidores.

Ou seja, se eles começarem a se desfazer de suas posições, isso poderá resultar em um êxodo de outros traders, levando a uma forte retração.

Contudo, embora este seja o primeiro momento de “atenção” com relação ao preço do Bitcoin, especialistas declaram que parte do capital investido no BTC pode migrar para as altcoins.

Conforme explicou o analista Rakesh Upadhyay, algumas criptomoedas têm potencial de crescimento no curto prazo. Mais especificamente, ele mencionou Chainlink, Stellar e Binance Coin.

Segundo Upadhyay, a Binance Coin vive uma consolidação após uma tendência de alta acentuada, o que é um sinal positivo. Afinal, mostra que os comerciantes não estão com pressa para fechar suas posições.

Nesse sentido, se os touros conseguirem empurrar o preço acima de US$ 148,40, o criptoativo poderia passar de US$ 200.

“Por outro lado, se os ursos afundarem o preço abaixo do suporte de US$ 117,72, ele poderá cair para o nível de retração de Fibonacci de 38,2% em US$ 105,78. Se esse suporte também falhar, o declínio pode se estender para a MME de 20 dias (US$ 92)”, destacou.

Já no caso do Chainlink, a criptomoeda também vive um momento positivo. Além disso, tudo indica que a moeda digital vai sustentar seu valor acima de US$ 35 o que pode impulsionar uma alta para US$ 41.

Por outro lado, Upadhyay alerta que se os ursos afundam o preço, isso pode puxar o valor abaixo de US$ 30 mil. Com isso, o cenário pode mudar para uma tendência de baixa com longa duração.

Stellar

Por fim, o Stellar (XLM) também vive uma tendência de alta, depois de uma forte recuperação. Portanto, isso indica que o criptoativo deve chegar a US$ 0,8. Se isso se confirmar, será uma valorização de mais de 30%.

Segundo o analista, o nível chave para esta nova subida é US$ 0,5. Mas uma quebra abaixo deste suporte pode resultar em uma queda para US$ 0,35.

“Uma correção profunda em uma tendência de alta geralmente indica uma perda de momentum. Se isso acontecer, o preço pode permanecer limitado por uma faixa por alguns dias antes de iniciar o próximo movimento de tendência”, finalizou.

Leia também: 5 melhores criptomoedas para fevereiro e março indicadas por analista

Leia também: Especialistas falam sobre motivos que fizeram o Bitcoin romper US$ 50 mil

Leia também: Forbes: 10 projetos que mais influenciaram as criptomoedas

BTC LAST NEWS: Crupto Facil