CEO da Ripple ameaça tirar empresa dos EUA por problemas regulatórios

CEO da Ripple ameaça tirar empresa dos EUA por problemas regulatórios

O presidente executivo da Ripple, Chris Larsen, fez duras críticas ao ambiente regulatório dos Estados Unidos nesta quarta-feira (7). O executivo participou do LA Blockhain Summit, realizado em Los Angeles.

Segundo Larsen, o ambiente atual não permite que as empresas de criptomoeda compitam globalmente. E, caso isso não seja resolvido, a empresa pode se mudar para o exterior.

“Para ser honesto com você, estamos até planejando mudar nossa sede para uma jurisdição muito mais amigável”, disse Larsen.

Busca por países mais amigáveis

Ele apontou para locais na Europa e na Ásia que procuram se tornar “centros de fintechs do mundo” e estariam ansiosos para criar empregos e riqueza. Ele citou Londres, Suíça, Cingapura e Japão.

Além disso, Larsen citou que nesses países, governos, reguladores e mercado financeiro são mais integrados.

“Você tem a vantagem de acontecer os mercados de capitais, os reguladores e os inovadores na mesma cidade”, disse.

Esse não é o caso nos Estados Unidos. Segundo ele, os investidores de Nova York, legisladores de Washington e empresários do Vale do Silício “não se entendem”.

Processos contra a Ripple nos EUA

A Ripple Labs tem enfrentado diversos processos nos EUA. Muitos investidores alegam que o XRP contornou as leis de valores mobiliários.

Foram pelo menos dois processos que acusam o XRP de ser um valor mobiliário. Isso deve ter influenciado Larsen, visto que os EUA não possuem uma estrutura regulatória sólida em que a Ripple possa confiar.

Falando sobre suas idéias sobre o cenário regulatório dos EUA em relação aos criptoativos, Larsen demonstrou pessimismo.

“Todo o conteúdo continua sendo de frustração porque não temos mais clareza e não temos uma abordagem mais pró-EUA”, disse.

A Ripple possui 500 funcionários em 9 escritórios globais, muitos nos EUA. Recentemente, a empresa anunciou uma parceria com o banco Santander para promover mais agilidade em pagamentos internacionais.

Leia também: Ethereum tem taxas maiores que o Bitcoin pelo segundo mês seguido

Leia também: Veja quais foram as ações favoritas dos brasileiros em setembro

Leia também: Trader revela como transformou 0,19 BTC em 8 Bitcoins em 3 semanas

BTC LAST NEWS: Crupto Facil