Carteira com criptomoedas aleatórias rende 38% em uma semana

Carteira com criptomoedas aleatórias rende 38% em uma semana

Na última semana, o trader Wellington Silva anunciou a criação de uma carteira de investimentos inusitada, conforme reportado pelo CriptoFácil.

O trabalho foi inspirado na Carteira do Macaco Zé, de autoria do Monkey Stocks, na qual ele simula o investimento aleatório no mercado de ações.

No caso do Monkey Stocks, a intenção é demonstrar a imprevisibilidade dos investimentos em ações. Assim, na opinião do Monkey, “a aleatoriedade na escolha das ações é tão ou mais eficiente que a escolha de analistas”.

O mercado de criptomoedas, por sua vez, é provavelmente ainda mais incerto do que o das ações.

Por isso, agora chegou a vez de entender como a aleatoriedade atua no mercado das criptomoedas. Foi então que Silva criou a MonkeyCrypto.

Resultados da Carteira MonkeyCrypto na primeira semana

Carteira de criptomoedas aleatória rende 38%

No dia 09 de agosto, as criptomoedas acima foram selecionadas para compor a carteira de investimentos aleatória.

Vale ressaltar que as escolhas foram retiradas do ranking das 50 maiores criptomoedas do CoinMarketCap. Além disso, o preço dos pares foi retirado diretamente da Binance.

Assim, o desempenho da primeira rodada do MonkeyCrypto surpreendeu de maneira positiva.

Através de uma escolha aleatória, as criptomoedas renderam uma média de 38% de lucro em apenas uma semana.

Individualmente, os desempenhos foram os seguintes:

  • DASH/USDT: prejuízo de 4,18%;
  • LSK/USDT: ganho de 18,30%;
  • THETA/USDT: ganho de 21,80%;
  • DCR/USDT: ganho de 6,40%;
  • ENJ/USDT: prejuízo de 3,80%.

Na comparação, o Bitcoin subiu apenas 2% durante a semana passada.

É possível acompanhar todo o processo da carteira MonkeyCrypto através do Instagram do trader.

Além disso, as próximas criptomoedas que vão compor a carteira fictícia de investimentos são:

  • DASH/USDT;
  • ZRX/USDT;
  • LSK/USDT;
  • ICX/USDT;
  • MKR/USDT.

ws_trader cria carteira de criptomoedas aleatórias

Experimento contrapõe a aleatoriedade à analise dos especialistas

Nos stories sobre a MonkeyCrypto, Silva deixa claro que a sua carteira não serve como uma recomendação de compra.

Pelo contrário: o experimento tenta demonstrar que há muita aleatoriedade no universo de investimento em criptomoedas.

Dessa forma, a única maneira de se contrapor à instabilidade do mercado é através do estudo e da experiência no trade de criptoativos.

Finalmente, com o mercado de criptomoedas alternativas aquecido, é de se esperar que as próximas carteiras tragam resultados interessantes nas semanas a seguir.

Leia também: Bitcoin rompe os US$ 12.000 e faz Binance sair do ar

Leia também: Economistas enxergam melhora para o PIB brasileiro pela sétima semana seguida

Leia também: Banco Central deve se posicionar sobre criptomoedas e bancos encerrando contas de exchanges

BTC LAST NEWS: Crupto Facil