Brasileiros negociaram mais de R$ 7 bi em criptomoedas em setembro

Brasileiros negociaram mais de R$ 7 bi em criptomoedas em setembro

Os brasileiros negociaram mais de R$ 7 bilhões em criptomoedas no mês de setembro, segundo dados da Receita Federal.

O órgão utilizou dados informados pelas exchanges de criptoativos, em cumprimento à Instrução Normativa nº 1888.

De acordo com os dados da Receita, foram negociados precisamente R$ 7.174.945.888,62 somente em um mês.

No entanto, o resultado está longe de ser um dos melhores do ano. De fato, ele mostra uma forte queda em relação aos meses anteriores.

Por exemplo, as maiores altas foram registradas em julho e agosto. Ambos os meses registraram um total de R$ 15.426.472.227,85 e R$ 12.046.353.830,92, respectivamente.

Exchanges brasileiras ganham preferência

Por outro lado, o volume de negociação em exchanges nacionais superou o uso de plataformas no exterior em setembro.

Segundo os dados da Receita, os brasileiros negociaram nas empresas nacionais R$ 5.170.718.437,96 enquanto nas internacionais R$ 518.497.668,00.

Declarações
Declarações

Número de investidores em queda

Assim como as negociações, o número de investidores de criptoativos recuou em setembro, segundo os dados da Receita.

No mês, foram registradas 97.340 pessoas físicas que investiam em criptoativos. Ao mesmo tempo, houveram 3.232 empresas comprando e vendendo Bitcoin e criptomoedas em exchanges.

Outro dado importante é que o mercado de criptoativos continua majoritariamente masculino. De fato, a participação feminina nas operações caiu para apenas 10,64% em setembro, contra 12,78% em agosto.

Já o número de homens operando subiu para 89,36% em setembro, contra 87,22% em agosto.

Por outro lado, o inverso ocorreu no volume de negociação. A participação feminina aumentou de 12,9% em agosto para 16,26% em setembro.

Ao mesmo tempo, a participação masculina caiu de 87,15 em agosto para 83,74% de todo o volume de criptoativos negociados em setembro.

O número de CPFs únicos cadastrados em 2020 também caiu em setembro. Foram registrados 97.340 CPFs, o segundo menor número do ano, perdendo apenas para junho (93.773).

Em termos de CNPJs, houve um ligeiro aumento, com 3.232 CNPJs cadastrados em setembro ante à 3.028 cadastrados em agosto.

CPF/CNPJ
CPF/CNPJ

É possível conferir o relatório completo da Receita Federal aqui.

Leia também: Exchanges descentralizadas perdem 25% do volume após 3 meses de alta

Leia também: Senado vota autonomia do Bacen; entenda o que pode mudar

Leia também: Mais de R$ 5 bilhões em BTC de possível mercado clandestino são movidos

BTC LAST NEWS: Crupto Facil