Bolsa brasileira terá horário de funcionamento alterado

Bolsa brasileira terá horário de funcionamento alterado

Agora, a partir do dia 3 de novembro a bolsa brasileira voltará a operar em horário estendido. Dessa forma, o pregão regular passará a ocorrer das 10h até as 18h, pelo horário de Brasília.

Assim sendo, o objetivo é se adequar ao fechamento das bolsas norte-americanas, que sairão do horário de verão. Portanto, caso esse reajuste não fosse feito, haveria um gap de uma hora entre o fechamento das bolsas de Nova Iorque e de São Paulo. Isso ocorre pois não temos mais o horário de verão.

Graças a mudança, a B3 (B3SA3) não terá mais o after market, que atualmente ocorre das 17h às 18h. Além disso, a negociação de contratas futuros e de opções sofrerá alterações também. Dessa forma, passarão a ser negociados das 9h às 18h25.

De acordo com a B3, não há certezas sobre até quando esse horário se sustentará. Entretanto, é esperado durar até o início do horário de verão dos Estados Unidos, que está marcado para o dia 14 de março de 2021.

Sobre a B3

(Infomoney) – A B3 é a bolsa de valores oficial do Brasil. Surgiu em 2017, após a fusão da BM&FBovespa com a Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip).

Com sede em São Paulo, a B3 é a única bolsa de valores, mercadorias e futuros em operação no Brasil, e uma das maiores do mundo. Também é a maior depositária de títulos de renda fixa da América Latina e maior câmara de ativos privados do País, além de liderar serviços de registro de financiamento de veículos e imóveis.

Além disso, retornou a carteira recomendada para outubro da Necton Investimentos. Dessa forma, mantêm-se em destaque no mês, com cinco indicações entre oito instituições monitoradas pelo UOL Economia+.

De acordo com a corretora, a atuação integrada e verticalizada da B3, após a aquisição da Cetip, vem ganhando sinergia.

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

BTC LAST NEWS: Crupto Facil