Bitcoin vai superar o ouro até o final da década, diz Michael Saylor

Avatar



Michael Saylor, co-fundador e CEO da MicroStrategy, conversou com Joe Kernen no programa Squawk Box e revelou suas projeções para o Bitcoin nos próximos anos. Segundo Saylor, o bitcoin passará o ouro até o final da década.

O bilionário também afirmou que é impossível que governos parem o Bitcoin já que ele é imparável por ser uma propriedade digital. Explicando as diferentes abordagens que os países podem ter em relação ao BTC.

Hoje Saylor é uma das maiores baleias de BTC, acumulando cerca de 6 bilhões de reais no ativo. Da mesma forma, sua empresa é a instituição pública que mais possui BTC em caixa.

Um milhão de dólares por cada bitcoin

Ao ser questionado se o bitcoin chegaria ao valor de 1 milhão de dólares por unidade, Saylor mostrou-se positivo.

“Eu espero que o bitcoin, se dobrar [de preço] a cada ano, no final da década ele vai passar o ouro”

Atualmente o Bitcoin está com uma capitalização de mercado de 1,1 trilhão de dólares (R$6 tri) e o ouro com 12 trilhões de dólares (R$65 tri). Ou seja, para que o Bitcoin passe o ouro, o preço de cada moeda precisa chegar a 630 mil dólares para que isso aconteça, um aumento de 11 vezes.

Saylor continuou sua fala afirmando que o bitcoin também tem potencial para ser um ativo de 100 trilhões de dólares, em seu total. Representando, desta forma, 5 a 7% da economia mundial quando isso acontecer.

O bilionário também acredita que poucas moedas fiduciárias existirão no futuro e que o dólar ocupará o lugar de 150 delas, porém, quando isso acontecer, o Bitcoin será a moeda utilizada como índice monetário no mundo.

Bilionário está apostando tudo no Bitcoin

Desde agosto de 2020, Michael Saylor vem investindo em Bitcoin tanto através de sua empresa, a MicroStrategy, quanto sua fortuna pessoal. O curioso desta história é que em 2013 ele havia criticado o Bitcoin, felizmente converteu-se após estudar a moeda mais a fundo.

Hoje o bilionário possui 17.732 BTC em sua carteira pessoal, equivalente a 5,8 bilhões de reais. Já a MicroStrategy, empresa pública com mais bitcoin em caixa, está com 114.042 BTC (R$37 bi).

Por fim, ao ser questionado se o Bitcoin poderia ser banido por países, Saylor afirmou que o que veremos serão três tipos de governos: o comunista — que não lhe dá direito de propriedade (Cuba, China e Coréia do Norte) —, governos com moedas fracas — que deixarão você ter, porém não negociar seus bitcoins (Turquia e Argentina) — e, por fim, países com moedas fortes — os quais recolherão impostos sobre ganhos de capital com a venda do bitcoin.

Fonte: Livecoins

Marketcrypto.com.br: Livecoins

EnglishGermanPortugueseRussian