Bitcoin tem poucas chances de bater US$ 20 mil em 2020, mostra relatório

Bitcoin tem poucas chances de bater US$ 20 mil em 202

A forte recuperação do Bitcoin neste mês reviveu as expectativas do preço atingir recordes acima de US$ 20 mil até o final do ano.

No entanto, essa possibilidade continua muito baixa. Pelo menos é o que mostra a análise do mercado de opções de Bitcoin.

De acordo com o site Skew, a probabilidade do Bitcoin atingir sua máxima histórica até dezembro é de apenas 6%.

Bitcoin
Bitcoin

Segundo Vishal Shah, fundador da bolsa de derivativos Alpha5, a chance é tão baixa que o mercado não está considerando este fato no momento.

“Uma probabilidade abaixo de 10% de altas recordes até o final do ano significa que o mercado não está preocupado com esse resultado”, disse.

Mercado está otimista, mas ignora forte alta

O preço do Bitcoin subiu de US$ 3,8 mil para a máxima de US$ 13,8 mil nos últimos 7 meses. Uma impressionante alta de mais de 250% no período.

Porém, as chances do Bitcoin atingir sua máxima não cresceram na mesma proporção. No mesmo período, elas aumentaram apenas de 4% para 6%, com um pico de 8% em julho.

De qualquer forma, isso não significa pessimismo. Pelo contrário: o mercado de opções atualmente vê uma probabilidade de 40% do Bitcoin atingir US$ 14 mil no final do ano.

Tempo é crucial

Um dos obstáculos a esse otimismo é o fator tempo. À medida que o tempo diminui, a probabilidade de os preços subirem além de um determinado nível também diminui.

Em março, o Bitcoin tinha nove meses para poder alcançar os US$ 20 mil. Agora, ele possui apenas oito semanas para conseguir esse feito.

Além disso, o Bitcoin se valorizou 50% ou mais em 2 meses apenas 8 vezes desde 2009. Três delas aconteceram durante a forte alta do mercado no final de 2017.

Considerando o declínio no tempo restante para o vencimento em dezembro e o histórico de ação do preço do Bitcoin, o mercado de opções pode parecer racional em precificar uma probabilidade de 6%.

“O mercado de opções aparentemente não está se deixando levar pelo forte impulso recente dos preços”, disse Sui Chung, CEO da CF Benchmarks.

No entanto, ele encerrou com uma nota otimista.

“Se extrapolarmos o preço do Bitcoin e a volatilidade dos últimos 90 dias até o vencimento em dezembro, então o Bitcoin parece definido para terminar o ano entre US$ 14 mil e US$ 15 mil”, disse.

Leia também: Bitcoin é um substituto para ouro, afirma fundador do Mercado Livre

Leia também: Bitcoin pode triplicar de preço, prevê grande banco

Leia também: Análise do Bitcoin: expectativa dos R$ 100 mil aumenta com alta do dólar

BTC LAST NEWS: Crupto Facil