Bitcoin (BTC) segue em alta e busca se manter acima de US$ 50.000

Avatar



O Bitcoin (BTC) teve um crescimento consideravel na segunda-feira (4), criando outro candle de alta e se posicionando acima da área de resistência de US$ 47.800.

O movimento de curto prazo do Bitcoin tem dado sinais de fraqueza, que pode ocasionar uma queda antes da continuação da tendência de alta.

Bitcoin ultrapassa resistência

O Bitcoin continuou sua ascensão na segunda-feira  e rompeu a área de resistência de US$ 47.800, acima da qual havia se movido no dia anterior (ícone verde). Agora, a expectativa é que a área atue como suporte de preço.

Os indicadores técnicos no gráfico diário tornaram-se de alta. O MACD está em território positivo e subindo e sua leitura do histograma é quase positiva. Da mesma forma, o RSI está se movendo para cima e cruzou acima de 50.

No entanto, há resistência da linha da Supertrend, que é de baixa (ícone vermelho). Esta é a principal área de resistência final que o BTC tem que ultrapassar antes que possa se mover em direção a novas máximas.

Gráfico do BTC no TradingView

Movimentos futuros

O gráfico de seis horas mostra mais claramente que o BTC cresceu acima da área de US$ 47.800 e a validou como suporte em seguida.

Embora o MACD e o RSI estejam mostrando alguns sinais de fraqueza, nenhum dos dois caiu ainda. A zona de resistência mais próxima é encontrada nas altas de US$ 52.950 do mês de setembro.

Gráfico do BTC no TradingView

O gráfico de duas horas mostra alguns sinais de fraqueza, como divergências de baixa se desenvolvendo no MACD e no RSI.

No entanto, este último pode estar em processo de rompimento de sua linha de divergência de baixa. Se tiver sucesso nisso, o Bitcoin provavelmente vai continuar seu caminho em direção a novas máximas. Caso contrário, pode ocorrer uma queda de curto prazo.

Gráfico do BTC no TradingView

Validação do rompimento

O gráfico de duas horas mostra que o BTC rompeu um canal paralelo de alta de curto prazo. Este é um sinal de que um novo movimento de alta provavelmente começou. A contagem de ondas de longo prazo também é de alta.

Após validar sua linha de resistência como suporte (ícone verde), o BTC retomou seu movimento de alta.

No entanto, a queda parece muito pequena para fazer parte da onda 4 (preta). Portanto, é mais provável que a onda 3 tenha se estendido e outra queda venha a ocorrer antes da continuação do movimento de alta atual.

Gráfico do BTC no TradingView

O artigo Bitcoin (BTC) segue em alta e busca se manter acima de US$ 50.000 foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian