Bitcoin baterá os US$ 20 mil em 3 meses, defende analista

Bitcoin baterá os US$ 20 mil em 3 meses, defende analista

Previsões sobre o preço do Bitcoin são um aspecto do mercado de criptomoedas.

Agora, uma das recentes previsões diz respeito sobre o BTC romper sua máxima histórica na cotação em dólares, os US$ 20 mil.

É o que defende Mohit Sorout, sócio-fundador da Bitazu Capital, caso o Bitcoin faça um rompimento de alta.

Bitcoin bate máxima história em breve

A previsão foi ressaltada pelo analista financeiro Joseph Young em uma publicação feita no Cointelegraph.

Sorout afirmou que o BTC varia desde julho entre US$ 10.200 e US$ 11.800 — uma lacuna de 15% de diferença.

Segundo o empresário, quando o Bitcoin permanece estável desta forma, uma grande movimentação ocorre.

Embora a alta seja incerta, o sócio-fundador da Bitazu Capital afirmou que o BTC atingirá os US$ 20.000 caso ela aconteça.

Mas não só isso. Sorout completou afirmando que o maior criptoativo em valor de mercado atingirá sua alta histórica em três meses.

Ele justifica o período afirmando que observa níveis de volatilidade.

Além disso, o especialista também aponta a queda dos contratos futuros de BTC em aberto.

Após as complicações que a BitMEX teve com a justiça estadunidense, o número de tais contratos caiu.

Desta forma, Sorout defende que a queda nos contratos futuros pode criar uma alta “mais estável e gradual” para o Bitcoin.

Interesse de instituições ainda em jogo

De acordo com Young, outro fator utilizado para medir uma possível valorização do Bitcoin é o interesse institucional.

Recentemente, a Grayscale atingiu um novo recorde em termos de gestão de Bitcoins.

O CEO da empresa, Barry Silbert, afirmou que viu “grandes influxos” de investimento nos fundos — primariamente de instituições.

Além disso, empresas como Square e MicroStrategy — que recentemente investiram em BTC — perceberam no Bitcoin um “ativo de riqueza potencial”.

Tais indícios apontam para um acúmulo de Bitcoin por instituições, sem que haja a intenção de venda.

Combinados, todos os fatores acima mencionados podem favorecer uma valorização expressiva no médio prazo.

Por fim, o trader PlanB explicou porque o preço do BTC ainda não disparou após as compras institucionais.

Para o criador do modelo “Stock-to-Flow”, o preço do Bitcoin “está exatamente onde deveria estar, mantendo-se firme acima de US$ 10.000”.

Leia também: Google coloca Bitcoin em primeiro lugar entre moedas mundiais

Leia também: Bitcoin e Ethereum ocupam 44% do mercado de DeFi

Leia também: Comprei Cardano (ADA) e vendi Bitcoin (BTC) | RUMO AOS R$ 100 MIL #12

BTC LAST NEWS: Crupto Facil