Bitcoin bate recorde de baixa volatilidade

Bitcoin bate recorde de baixa volatilidade

A volatilidade do Bitcoin atingiu seu nível mais baixo a partir dos US$ 10 mil.

É o que indicam os dados da plataforma Skew, ainda ressaltados pelo analista financeiro Joseph Young. Em uma publicação da Forbes, Young afirma que a volatilidade do Bitcoin está perto dos 10%.

Historicamente, a volatilidade do BTC tende a disparar após os US$ 10 mil.

Volatilidade do Bitcoin em baixa

O Bitcoin tem se mantido acima dos US$ 10 mil a alguns meses. Em reais, a cotação varia, tendo em vista a flutuação do dólar em comparação à moeda brasileira.

A médio prazo, a zona dos US$ 10 mil tem se mostrado um suporte, sendo considerado por Young como algo otimista para o Bitcoin.

Contudo, ainda não se sabe se a baixa na volatilidade acarretará em uma queda ou em uma valorização do criptoativo.

De qualquer forma, traders experientes e gestores de ativos estão aguardando uma grande valorização.

Além disso, analistas enxergam na falta de correlação entre ações e Bitcoin um catalizador para a dominância da criptomoeda.

Embora o BTC tenha seguido o mercado de ações entre março e outubro deste ano, na semana anterior houve uma desvinculação — com o Bitcoin seguindo seu próprio caminho.

O analista Holger Zschaepitz afirmou:

“Bitcoin avança até quase US$ 12 mil enquanto as ações tropeçam. A criptomoeda está se tornando um oasis relativo de calmaria e boas performances. Entusiastas de criptoativos estão atentamente acompanhando o nível de US$ 12 miçl como uma grande barreira a ser cruzada antes de iniciar uma alta maior.”

Até mesmo Tyler Winklevoss, um dos famosos gêmeos bilionários, apontou que o BTC tende a valorizar no médio prazo quando fica muito tempo preso em uma resistência.

Barreira de venda

Entretanto, há uma barreira a ser vencida pelo Bitcoin. Ela é conhecida como as ordens de venda de “mãos velhas”.

São ordens de pessoas que estão aguardando os US$ 12 mil para liquidar suas posses.

Por exemplo, conforme destaca o trader Willy Woo, pessoas que compraram BTC a US$ 3.200 estão aguardando para liquidar seus lucros triplicados.

Porém, Woo se baseia no histórico do Bitcoin, e o próprio trader ressaltou que é difícil que algo assim ocorra.

Segundo ele, novos investidores com mentalidades diferentes entraram no mercado, tornando o padrão de venda em massa pouco provável desta vez.

Por fim, o interesse institucional é mais um fator favorável a uma disparada do Bitcoin.

Leia também: Acima de US$ 11.500: Bitcoin atinge nível visto apenas em 93 dias de sua história

Leia também: Bitcoin pode aparecer em lei sobre lavagem de dinheiro no Brasil

Leia também: Hackers de famosa corretora doam Bitcoin para a caridade

BTC LAST NEWS: Crupto Facil