Bitcoin agora vale mais que Bank of America e moeda da Nova Zelândia

Bitcoin agora vale mais que Bank of America e moeda da Nova Zelândia

Após atingir os US$ 12.000, o valor de mercado do Bitcoin superou duas marcas importantes. A primeira delas foi superar o valor de um dos bancos mais importantes dos Estados Unidos.

De acordo com dados do site AssetDash, o valor de mercado atual do Bitcoin (BTC) é de pouco mais de US$ 226 bilhões (R$ 1,2 trilhão), tendo subido 3,2% nas últimas 24 horas. Ele superou o valor de mercado do Bank of America (BoA), segundo maior dos EUA.

As ações do banco caíram mais de 2% na segunda-feira. Com isso, seu valor de mercado ficou em US$ 224,4 bilhões (R$ 1,2 trilhão). Com isso, o criptoativo tornou-se o 25º ativo mais valioso.

Agora, o Bitcoin fica atrás apenas do PayPal, com US$ 230 bilhões.

Bitcoin vale mais que dólar neozelandês

Outra marca alcançada pelo Bitcoin foi ter superado o valor de mercado do dólar. Mas calma, não se trata do dólar norte-americano (USD).

O valor de mercado do Bitcoin superou o dólar da Nova Zelândia (NZD). A informação é do FiatMarketCap, um site que acompanha a alta do Bitcoin em relação às principais moedas fiduciárias.

Até o momento da produção deste texto, o Bitcoin ocupava o 34º lugar entre as moedas mais valiosas do mundo. O Yuan chinês (CNY) lidera a lista, seguindo pelo dólar (USD). O real brasileiro (BRL) ocupa a 12ª posição.

Bitcoin ganha peso em portfólios institucionais

O preço do Bitcoin cresceu substancialmente em 2020, à medida que o Federal Reserve (Fed) implementou medidas polêmicas para diminuir o impacto econômico da pandemia.

Entre as políticas estão sucessivas impressões trilionárias de dólares. Isso fez com que figuras proeminentes do setor financeiro considerassem o investimento em criptoativos.

O primeiro deles foi o investidor Paul Tudor Jones. Ele alocou uma pequena porcentagem de sua carteira em Bitcoin como uma proteção.

Já o mais recente – e mais relevante – movimentou foi da empresa Micro Strategy. A companhia comprou nada menos que 21 mil Bitcoins (R$ 1 bilhão). O valor, segundo a companhia, tem como objetivo proteger seu caixa.

Leia também: Valorização do Bitcoin bate ouro, IBOV, Nasdaq e S&P 500 em 2020

Leia também: Cidade movida a criptomoeda do cantor Akon está 85% concluída

Leia também: Há 10 anos, o Bitcoin foi hackeado e Satoshi entrou em pânico

BTC LAST NEWS: Crupto Facil