Bitcoin a R$ 211.000 se aproxima de sua máxima; Dogecoin dispara 24%

Bitcoin a R$ 211.000 se aproxima de sua máxima; Dogecoin dispara 24%

Nesta segunda-feira (8), o mercado de Bitcoin (BTC) voltou aos R$ 211.000 e está próximo de sua máxima histórica.

Após valorizar 15% nos últimos 7 dias, a criptomoeda está a apenas 6% de seu recorde de preço

Enquanto isso, impulsionada por publicações de Elon Musk feitas no fim de semana, a Dogecoin disparou dois dígitos.

Preço do Bitcoin hoje

De acordo com dados obtidos pela ferramenta WorldCoinIndex, o BTC declinou 0,22% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria. A cotação do BTC hoje é R$ 211.487,74.

A máxima intradia foi registrada há poucos minutos, em R$ 211.955,35,16. Já a mínima intradia foi vista ainda no domingo, em R$ 201.115,80.

Segundo dados do IntoTheBlock, os endereços de Bitcoin lucrando com o preço atual ainda representam 95%. Dos 5% dos endereços restantes, todos estão “no zero”.

Contudo, o futuro do Bitcoin voltou a ser pessimista, segundo seus principais indicadores. Dois deles apontam para um futuro de queda, enquanto os outros dois restantes se dividem entre neutralidade e otimismo.

Indicadores do Bitcoin apontam pessimismo
Indicadores do Bitcoin apontam pessimismo. Fonte: IntoTheBlock/CriptoFácil

Quanto ao volume de troca do BTC, cerca de R$ 349,8 bilhões foram movimentados nas últimas 24 horas.

Por fim, o gráfico do Bitcoin referente às últimas 24 horas pode ser visto abaixo:

Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas
Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas. Fonte: WorldCoinIndex

Avanços de dois dígitos

No geral, as grandes criptomoedas em valor de mercado não se movimentaram de forma explosiva. Entretanto, quatro delas dispararam.

Binance Coin e Chainlink valorizaram respectivos 2,91% e 3,46%. A Polkadot, por sua vez, saltou dois dígitos e cresceu 10,89%.

No top 20, Dogecoin e Aave representaram as valorizações de dois dígitos com respectivos crescimentos de 26,05% e 18,68%. O grupo ainda ganhou uma nova integrante, a Elrond, que conquistou espaço após crescer 60,68%.

Até o fechamento desta matéria, o valor total do mercado de criptoativos era de R$ 6,498 trilhões. A dominância do BTC está em 60,6%.

Por fim, a cotação do dólar utilizada para converter os valores foi de R$ 5,41.

Leia também: Analista aponta: Polkadot, Cardano e Chainlink são boas oportunidades

Leia também: Uniswap lidera alta histórica nos volumes de exchanges descentralizadas

Leia também: Ex-SEC diz: Ripple tem mais chances de ganhar processo sobre XRP

BTC LAST NEWS: Crupto Facil