Binance é investigada nos EUA por uso de informações privilegiadas

Avatar



A Comissão de Negociação de Commodities Futuras dos Estados Unidos (CFTC) instigou uma investigação sobre alegações de negociações privilegiadas ocorridas na exchange de criptomoedas Binance Holdings Ltd.

De acordo com a Bloomberg, os investigadores revelaram que essas últimas alegações dizem respeito a se “Binance ou sua equipe” tirou “vantagem de seus clientes” usando informações privilegiadas e não divulgadas publicamente para obter lucros ilicitamente por meio da manipulação de mercado.

A Binance emitiu a resposta oficial a essas alegações, reafirmando que, “na Binance, temos uma política de tolerância zero para informações privilegiadas e um código de ética estrito relacionado a qualquer tipo de comportamento que possa ter um impacto negativo sobre nossos clientes ou indústria”.

Esta investigação representa a expansão de uma investigação em andamento a Binance por autoridades governamentais nos EUA, com o Departamento de Justiça (DoJ) e o Serviço de Receita Interna (IRS) do país atualmente investigando reclamações de lavagem de dinheiro e fraude fiscal ocorridas sem verificação por membros da equipe da maior exchange de criptomoedas do mundo. Cabe destacar que as autoridades norte-americanas também deixaram claro que a Binance não foi acusada de nenhum delito e que as conclusões dessas investigações ainda não foram confirmadas.

Essas alegações se encaixam em uma narrativa maior de escrutínio regulatório nos EUA e em todo o mundo entre as autoridades governamentais e a Binance, que é a exchange mais popular do mundo.

Dores de cabeça com reguladores globais

A Binance tem enfrentado escrutínio regulatório em todo o mundo, com 2021 sendo um ano particularmente desafiador para a empresa nesse aspecto. Apenas algumas semanas atrás, ela publicou um comunicado respondendo a um alerta da Receita Federal da África do Sul (SARS) por meio de sua divisão Binance Africa. Este alerta foi feito para investidores no país, citando a falta de autorização oficial para oferecer serviços de intermediação ou assessoria financeira.

A exchange também enfrentou problemas de relações públicas devido a avisos adversos e outros sentimentos negativos transmitidos por autoridades regulatórias em países como Cingapura, Reino Unido, Brasil, Lituânia, Hong Kong e Itália. Eles também estão removendo os pares comerciais entre criptomoedas e moedas fiduciárias específicas neste ano, incluindo o dólar de Cingapura, o won coreano, o dólar australiano, o euro e a libra esterlina.

Binance se movendo na direção certa?

Apesar desses avisos e investigações em andamento, ainda não houve qualquer decisão oficial contra a Binance em relação a fraude, uso de informações privilegiadas ou lavagem de dinheiro. A empresa também não foi condenada a qualquer uma das advertências feitas pelos EUA ou por qualquer outro país.

A Binance também tem feito mudanças em seus processos internos e sua equipe de liderança após as dificuldades e relações ruins que enfrentou com as autoridades financeiras internacionais em 2021. Além disso, foi relatado que o CEO da empresa está cooperando com os reguladores para atingir a meta de aquisição de licença mundial .

A Binance está se preparando para uma Oferta Pública Inicial (iPO) nos próximos três anos. Ela também nomeou um novo presidente para sua filial Binance.US no início de setembro.

O artigo Binance é investigada nos EUA por uso de informações privilegiadas foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian