Baleias de Bitcoin estão ficando mais pobres

Baleias de Bitcoin estão ficando mais pobres

O percentual de carteiras com 10 Bitcoins (BTC) ou menos cresceu de 5,1% para 13,8% nos últimos cinco anos.

Enquanto isso, as carteiras que têm entre 100 e 100 mil BTC diminuíram, no mesmo período, de 62,9% para 49,8%.

Assim, segundo informações fornecidas pela Glassnode, as “baleias”, como são chamados os grandes detentores de BTC, estão cedendo espaço para os pequenos hodlers.

Adoção do Bitcoin

Os números sugerem que a adoção do Bitcoin vem aumentando, já que o número de novos usuários de Bitcoin está crescendo progressivamente.

Portanto, a primeira e mais importante criptomoeda está se tornando cada vez mais descentralizada em termos de retenção.

Prova disto é que, em janeiro de 2015, apenas 4% dos usuários tinham entre um e 10 Bitcoins. Agora, este número saltou para 9%. Confira:

  • 0,17% tem menos de 0,01 BTC (em janeiro de 2015, o percentual era insignificante)
  • 0,90% tem entre 0,01 e 0,1 BTC (em janeiro de 2015 era 0,12%)
  • 3,77% têm entre 0,1 e 1 BTC (em janeiro de 2015 era 0,65%)
  • 8,99% têm entre 1 e 10 BTC (em janeiro de 2015 era 3,91%)

Baleias ainda dominam

Entretanto, embora os dados sugiram que a adoção do Bitcoin tem aumentado, as baleias ainda dominam o mercado.

Isso porque, segundo dados da empresa, 43% dos 18,5 milhões de BTC em circulação ainda estão nas mãos das baleias

Portanto, quase metade dos Bitcoins existentes estão em carteiras com mais de 1 mil Bitcoins.

Em um outro relatório, a Glassnode afirmou que a crise do coronavírus impulsionou um movimento das baleias.

Por isso, o número de endereços com mais de US$ 1 milhão em Bitcoin aumentou 38%. Agora, cerca de 18.000 endereços possuem R$ 5 milhões ou mais em BTC.

Grande transferência

Recentemente, uma baleia transferiu 92.857 BTC (cerca de R$ 5 bilhões) de um endereço para outro, com uma taxa de US$ 4 (R$ 21).

Embora a taxa de transação seja considerada pequena para mover tamanha quantidade do criptoativo, a taxa vem aumentando após o halving.

Além disso, nos últimos 30 dias as taxas de transação do Bitcoin tiveram um aumento, possivelmente motivadas por uma maior movimentação na rede.

Leia também: Chainlink valoriza e supera Bitcoin em volume de negociações

Leia também: Hiperinflação do dólar fará Bitcoin explodir, afirma famoso empresário

Leia também: Maximalistas de Bitcoin estarão do lado errado da história, afirma criador do Ethereum

BTC LAST NEWS: Crupto Facil