Atlas Quantum esconde 50 BTC em carteira focada em privacidade

Atlas Quantum esconde 50 BTC em carteira focada em privacidade

Uma investigação da startup israelense de inteligência Whitestream revelou que a Atlas Quantum está movimentando “fundos roubados”.

O destino são endereços de BTC da carteira focada em anonimato e privacidade Wasabi Wallet.

Ao todo, o suposto esquema de pirâmide teria enviado cerca de 50 BTC para a carteira que usa recursos de CoinJoin e “mixagem” para ocultar o endereço de recebimento de Bitcoin.

Como noticiou o CriptoFácil, a Wasabi está, inclusive, sendo investigada pela Europol por estar sendo amplamente utilizada em atividades criminosas por conta de seus avançados recursos de privacidade.

Atlas tem enviado fundos com frequência 

Conforme divulgou a startup no Twitter, as transferências de Bitcoin para a carteira ocorrem de forma sistemática.

“Nossa investigação revela que o esquema Ponzi estimado em US$ 200 milhões, AtlasQuantum (Brasil), enviou sistematicamente fundos roubados para a Wasabi Wallet

 TX’s – 

 63aa9f5de03b619f5e7d7c333b9039def72db5930c9072d318bb5c809f3a51b6 

 6922fa08bed521af24c0845e8479df7f6dd0f1fb6f7a7774344e02e1978d6280”

Nos endereços indicados é possível verificar duas transações que totalizam cerca de 4,56 BTC que, na cotação atual, valem quase R$ 240 mil. 

Mais de R$ 2,5 milhões em BTC enviados 

Mas isso não foi tudo.

Segundo o Cointelegraph Brasil, houve mais quatro transações feitas pela Atlas cujo destino era a Wasabi.

  • 9,49609647 Bitcoins. Confira a transação aqui;
  • 14,99735197 Bitcoins. Confira a transação aqui;
  • 4,99841597 Bitcoins. Confira a transação aqui;
  • 14,99557839 Bitcoins. Confira a transação aqui.

Portanto, um total de 44,4874428 BTC, ou R$ 2.338.576,52. 

Com as transações anteriores, foram movimentados 49,0474428 BTC. Ou seja, um total que supera R$ 2,5 milhões.  

“Com base em nossa análise, parece que a atividade da Atlas Quantum na blockchain começou em maio de 2017 e contém pelo menos 150.000 endereços de Bitcoin com fluxo geral de cerca de 30.000 BTC (US$ 220.000.000 estimados), que inclui fluxo de ‘mudança’ interno nas carteiras da Atlas Quantum.

No final de 2019, vimos um movimento massivo de BTC saindo das carteiras Atlas Quantum em direção à plataforma Wasabi Wallet Mixer, provavelmente para obscurecer os rastros de fundos e interromper quaisquer esforços futuros de confisco”, declarou a Whitestream ao Cointelegraph.

Leia também: Fundador de pirâmide se diz culpado por fraude de R$ 3,5 bilhões

Leia também: Bloomberg chama projetos DeFi de “criptoportunistas”

Leia também: Imagem do presidente da Colômbia é usada em golpe de Bitcoin

BTC LAST NEWS: Crupto Facil