Análise de ondas do Bitcoin (BTC)

Avatar



O Bitcoin (BTC) concluiu uma estrutura corretiva A-B-C após romper um canal paralelo de baixa.

O Bitcoin provavelmente deu início a um novo movimento de alta de longo prazo que pode levar o seu preço a uma nova máxima histórica.

Movimentação do Bitcoin

Após atingir sua máxima histórica no dia 14 de abril (destacado), o Bitcoin entrou em um movimento de baixa de cinco ondas (laranja). No entanto, não é certo se o ativo está iniciando um novo impulso de baixa ou uma onda C completa (branca).

A possibilidade mais provável indica que é uma onda C. Embora essa onda seja consideravelmente mais longa do que a onda A, ela ainda está dentro dos parâmetros de um impulso, uma vez que tem menos de 2,61 do comprimento da onda A.

Além disso, o movimento desde a baixa do dia 22 de junho assemelha-se ao que ocorreria após uma correção completa.

Gráfico do BTC no TradingView

Portanto, é possível que o BTC tenha iniciado um novo movimento de alta (branco) que o levará em direção a um novo preço recorde.

Neste caso, ele acabou de completar a onda dois com um salto até US$ 37.573 no dia 21 de setembro, que atingiu o nível de retração de 0,5 de Fibonacci ao se medir todo o movimento de alta. Portanto, o Bitcoin pode estar na terceira onda deste novo impulso de alta.

Confira a análise de contagem de ondas anterior.

Gráfico do BTC no TradingView

Movimentos futuros

O trader de criptomoedas @TheTradinghubb delineou uma contagem de ondas na qual o Bitcoin deu início a um novo movimento de alta.

Fonte: Twitter

A estrutura corretiva A-B-C concluída foi confirmada com o rompimento do canal paralelo de baixa. Portanto, é possível que o BTC esteja agora na sub-onda um do novo movimento de alta. A contagem de sub-ondas menores é dada em preto.

Gráfico do BTC no TradingView

Contagem de baixa

O movimento de longo e curto prazo é igual, mesmo na contagem de baixa. No entanto, o movimento de médio prazo é diferente.

Nesse caso, o Bitcoin ainda está na onda dois do movimento de alta, já que a queda atual A-B-C (laranja) foi apenas a onda A (branca) da correção.

Uma vez que o movimento é uma correção plana, espera-se que o BTC suba para pelo menos US$ 51.000 antes de cair mais uma vez para as mínimas de 21 de setembro. Depois disso, espera-se que o movimento de alta continue.

Gráfico do BTC no TradingView

O artigo Análise de ondas do Bitcoin (BTC) foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian