60% dos traders lucraram com day trade em 2020, revela B3

60% dos traders lucraram com day trade em 2020, revela B3

A B3, empresa que administra a bolsa de valores brasileira, divulgou na segunda-feira (14) um estudo que realizou sobre os 2 milhões de investidores que entraram na bolsa entre 2019 e 2020.

Mais especificamente, o levantamento descreve o perfil e comportamento desses investidores iniciantes.

Um dos dados que mais chamou a atenção foi que 60% dos investidores que fazem day trade tiveram lucros, apesar de estudos anteriores apontarem que o sucesso na atividade é exceção.

Perfil dos novos investidores

De acordo com o estudo, o novo investidor é jovem (32 anos em média) e começa a investir com valores menores (R$ 660). 

Embora a maioria ainda seja de homens (74%), o número de mulheres (26%) investindo na bolsa surpreende.

Isso porque eram apenas 179.392 em 2018 e, agora, são 809.533 em 2020. Ou seja, houve um aumento de mais de 350%.

Outro dado levantado pela pesquisa foi sobre o impacto da volatilidade que costuma ser motivo de fuga dos investidores.

Entretanto, segundo o levantamento, as oscilações dos preços não assustaram os novatos. 

“Um legado importante para o investidor é que a volatilidade deixou de ser vista como algo ruim, que assusta, que bota medo. Na medida em que ele se educa e vivencia grandes oscilações, compreende que a volatilidade faz parte da dinâmica do mercado e é também uma oportunidade, dependendo da estratégia de investimentos”, afirmou Felipe Paiva, diretor de Relacionamento com Clientes-Pessoa Física da B3.

Influenciadores

Conforme explicou a B3, a democratização do acesso à informação ajudou a promover a educação financeira. E boa parte dessas informações chegam através dos influenciadores digitais.

Prova disso é que 73% dos investidores ouvidos pela B3 obtêm informações sobre investimentos na internet. Sendo que 60% o fazem por meio de influenciadores digitais.

No entanto, a maioria (73%) afirma que toma decisões por conta própria após analisar dados e informações de diversas fontes.

Day Trade

Embora o day trade esteja em alta, o estudo mostra que apenas a minoria opta por essa modalidade de investimento. Menos de 5%, em média, das pessoas com dinheiro investido em renda variável realizam operações de day trade.

Além disso, o volume negociado no day trade está concentrado em poucos investidores.

Isto é, cerca de 65% de todas as operações de day trade realizadas no primeiro semestre de 2020 estão concentradas em um grupo de aproximadamente 10 mil investidores.

Outra informação relevante é que o investimento no day tarde foi bem menor que em anos anteriores.

Até 2018, a mediana dos valores negociados por investidores que fizeram pelo menos uma operação de day trade era de R$ 3.000. Em 2020, a mediana despencou para R$ 600.

Mediana do valor médio negociado por investidor
Mediana do valor médio negociado por investidor. Fonte: B3

Por fim, o levantamento revelou que 60% dos investidores que realizaram day trade no mercado à vista em 2020 tiveram resultado positivo.

A mediana foi de R$ 48 em 2020. Já entre os que tiveram resultado negativo, a mediana foi de R$ 38. 

Universo da pesquisa

O estudo considerou dados atualizados da central depositária de renda variável da B3.

Além disso, foram usados dados coletados em 1.371 entrevistas com investidores de todo o Brasil, com idade entre 18 e 65 anos.

As classes analisadas foram A, B e C, que investiram pela primeira vez na bolsa de valores entre abril de 2019 e abril de 2020.

Leia também: Bitcoin buscará os R$ 250 mil em breve, diz autor de “Pai Rico, Pai Pobre”

Leia também: Evitem empréstimos para comprar criptomoedas, diz criador do Ethereum

Leia também: Hacker rouba R$ 40 milhões do CEO da grande empresa de criptomoedas

BTC LAST NEWS: Crupto Facil